Paranatinga, 21 de Janeiro de 2018

Eleições

Fávaro admite que PSD almeja Governo, mas refuta discussão agora

ELEIÇOES 2018 | 18/12/2017 22:17:20


O vice-governardor Carlos Fávaro (PSD) afirmou nesta segunda-feira (18),  ao deixar o comando da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), que o partido tem interesse em disputar o Executivo estadual nas eleições de 2018.

 

Ele, no entanto, negou ter colocado seu nome à disposição para encabeçar a chapa.

 

Membros do PSD, como o deputado estadual José Domingos Fraga e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, já falam em Fávaro como postulante ao Palácio Paiaguás.

 

O vice-governador diz ficar “grato” com a indicação do seu nome, mas realçou que esse é um assunto que será tratado somente no ano que vem.

 

“Eu não coloquei meu nome à disposição. O nosso grupo político acha que nós podemos pleitear [ o Governo do Estado] também, mas isso é uma discussão que nós vamos ter 2018, não agora”, disse Fávaro.

 

 

Eu não coloquei meu nome à disposição, o nosso grupo político acha que nos podemos pleitear [ o Governo do Estado] também, mas isso é uma discussão que nós vamos ter 2018, não agora

Questionado se o fato de ter deixar a Sema nesta semana seria com a intenção de já se “descolar” do governador Pedro Taques (PSDB), visando a uma eventual disputa ao Governo, Faváro negou.

 

A expectativa inicial era de que ele saísse da Secretaria em março do ano que vem.

 

“Nós não precisávamos desincompatibilizar agora, a legislação permite até março. Encerrou-se um ciclo, eu preciso comprir meu dever constitucional de vice no período de férias do governador. Depois tiro minhas sagradas férias também. Volto no final de janeiro para me dedicar às conversas políticas. E a Sema não pode ficar precarizada, por isso a decisão conjunta com o governador Pedro Taques de sair nesse momento”, disse.  

 

Sobre o comando da Sema, Fávaro diz que sai satisfeito com os resultados. Com a saída do vice-governador, o secretário executivo André Baby assume. 

 

"No início desse desafio, eu que sou um político novo, que não tinha feito a gestão de nenhuma Pasta, recebi uma provocação, de que o governador Pedro Taques estava entregando um galinheiro para a raposa cuidar. Eu tratei disso com muita naturalidade, mas também como um desafio. Chamei a equipe para mostrarmos que a política ambiental é extremamente importante para o Estado. Fizemos uma administração de resultados e os números são incontestáveis. Reduzimos o desmatamento, modernizamos o muito o licenciamento. Com toda certeza cumprimos a missão de melhorar e ter a Sema menos atrapalhadora", pontuou.  

 

 

Fonte: Midia News

FACEBOOK