Paranatinga, 13 de Dezembro de 2018

Eleições

ACUSOU GRAMPOLÂNDIA

Deputado diz que vídeo que o flagra recebendo dinheiro é de 2010

Publicado 04/10/2018 10:01:22


 

O deputado federal Valtenir Pereira (MDB), candidato à reeleição, afirmou que o vídeo que circula nas redes sociais, em que aparece recebendo dinheiro das mãos do empresário Mauro Carvalho, foi gravado em 2010, mas negou que se trate de uma transação ilícita.

 

O vídeo começou a circular nas redes sociais na noite dessa quarta-feira (03) e acusava o candidato de receber um suposto "caixa 2" para a campanha do candidato ao Governo Mauro Mendes (DEM).

 

Valtenir disse que a ação tenha o objetido de prejudicar a sua campanha e afirmou que o vídeo comprova que a "grampolândia pantaneira"  - segundo o candidato, liderada pelo ex-secretário-chefe da Casa Civil Paulo Taques - teria se iniciado naquele ano.

 

 

Causa indignação que, às vésperas da eleição, façam uma trucagem criminosa com um vídeo de 2010

“Bastou eu assumir as pesquisas para deputado federal, para que meus adversários, inescrupulosamente, tenham montado, criminosamente, um vídeo para distribuir via WhatApp. Estamos comprovando com esse vídeo que a grampolândia, liderada pelo senhor Paulo Taques, foi iniciada em 2010”, afirmou, em um vídeo distribuído por sua assessoria.

 

“A gravação distribuída para atacar a minha honra foi feita em 2010 quando presidia o Partido Socialista Brasileiro e estava organizando o movimento Mato Grosso Muito Mais. A situação da reunião com o empresário Mauro Carvalho, numa edição criminosa e mentirosa, foi tirada de contexto para atingir a minha imagem e a minha honra. Os recursos em questão foram usados legalmente para custear viagens ao interior do Estado de Mato Grosso”, disse.

 

O parlamentar disse não ter tratado de dinheiro para campanha com o empresário nas eleições deste ano e que tomará as medidas judiciais cabíveis ao caso.

 

“Causa indignação que, às vésperas da eleição, façam uma trucagem criminosa com um vídeo de 2010 para atacar a minha honra e a candidatura de Mauro Mendes. Tomarei as medidas judiciais cabíveis para que esse crime seja apurado e os responsáveis sejam punidos no rigor da lei”, afirmou.

 

Fonte: Mídia News

Veja Também

Ver Mais

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE