Paranatinga, 20 de Novembro de 2017

Ecônomia

Economia exaurida de municípios pode ser recuperada pela agricultura familiar, afirma Fávaro

ECONOMIA | 21/02/2017 12:40:13


Por entender que a vocação de Mato Grosso é: "produzir e com qualidade", e que não existe diferença entre agricultura familiar e empresarial, em se tratando de rentabilidade, o Governo do Estado incentiva o fortalecimento da agricultura familiar nos municípios mato-grossenses. O vice-governador Carlos Fávaro esteve em visita à Piscicultura Princesa, no município de Alto Paraguai (201 Km de Cuiabá), na manhã de sábado (18.02).

"Tenho convicção de que não existe agricultura familiar e agricultura empresarial. O que existe é agricultura que dá certo, e agricultura que ainda não dá certo. Digo isso pela minha origem advinda da pequena propriedade. Uma região como essa, de economia exaurida, pode, e vai ser, recuperada a partir da agricultura familiar. É essa a vocação mato-grossense".

O vice-governador esteve na região para participar de um encontro com o Consórcio do Alto Rio Paraguai, organizada pela Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), em parceria com a vice-governadoria. O objetivo foi receber in loco as demandas dos prefeitos da região.

Fávaro exemplificou que em um hectare de soja rende R$ 3.600. Já em um tanque de peixe de uma pequena propriedade, pode produzir cerca 10 toneladas de pescado, que rende até R$ 70 mil.

"Os números mostram que não existe grande ou pequena propriedade, existe agricultura eficiente. As duas são importantes, as duas geram rendas e são muito fundamentais".

Segundo Fávaro, outro grande passo dado pelo Governo do Estado, foi a estruturação da Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural (Empaer). E também o apoio da Assembleia Legislativa para a destinação de, aproximadamente, R$ 32 milhões por ano do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) Óleo Diesel para apoiar a agricultura familiar.

Na ocasião, o Secretário de Agricultura Familiar, Suelme Evangelista, anunciou que o município de Santo Afonso  irá receber um conjunto de patrulha, e o município de Arenápolis, além do conjunto de patrulha, um resfriador.

Para Tangará da Serra, está previsto a entrega de 02 tratores de emenda dos deputados estadual Saturnino Masson e Wagner Ramos. Para Nortelândia, foi feita a entrega de um conjunto de patrulha com emenda do deputado José Domingos. O secretário pontuou também que já foram entregues patrulhas mecanizadas completas para Campo Novo do Parecis, Nova Maringá e Nortelândia.

Fethab Óleo Diesel

Atualmente, o Fethab Óleo Diesel (estimado em R$ 620 milhões) é dividido em 50% para uso do Governo do Estado e os outros 50% (Fethab Rural) ficam destinados para as 141 prefeituras. Do montante destinado do Fethab Óleo Diesel, no mínimo 7% e no máximo 10%, deverão ser usados para ações de Agricultura Familiar.

Visita

Pela manhã, a comitiva liderada pelo vice-governador composta pelo senador José Medeiros, o presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), deputado estadual Eduardo Botelho, o deputado estadual José Domingos, e os secretários de Estado Suelme Evangelista (Seaf), Domingos Sávio (Secitec), e o adjunto de Esporte (Sael), Leonardo Oliveira, saíram de Diamantino, no sentido do município de São José do Rio Claro percorrendo a MT-010 até o Posto Zuli.

Segundo informações da Sinfra, até o final deste ano, a MT-010 será restaurada em um percurso de 50 km.

A comitiva também percorreu trecho da MT-240 passando por Alto Paraguai, e também na entrada de São José do Rio Claro, Nortelândia e Arenápolis. De acordo com a Sinfra, já existe uma empresa atuando na região com serviços de manutenção, entretanto, devido ao período chuvoso, o trecho está em condições inadequadas de tráfego, mas o vice-governador determinou ações paliativas imediatas. A MT-240, que liga Alto Paraguai a Diamantino, deve receber limpezas e operações de tapa-buracos.

A Piscicultura Princesa  tem 120 tanques de peixes, com produção diária de 14 mil toneladas. A produção vai para Rio de Janeiro, São Paulo e também para Santarém, no Pará. O empreendedor Dirceu Mendes quer incentivar os pequenos produtores da região a trabalharem com piscicultura em suas propriedades. Oferecendo os alevinos, ração e assistência técnica com a garantia da compra da produção.

 

Fonte: Durcy Arévalo | Vice-governadoria

FACEBOOK