Paranatinga, 20 de Novembro de 2017

Cidades

Pronto Socorro de Cuiabá tem 163 pessoas nos corredores

CAOS NA SAÚDE | 10/11/2017 11:52:26


O Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá estar atuando com 60% acima da sua capacidade normal. Para se ter ideia, entre a sala de sutura e a vermelha, que são os pacientes no corredor, há 163 pessoas internadas. Dentre os pacientes, a maioria com perfil ortopédico.

 

Dentre os atendimentos realizados, 60% são de outros municípios de Mato Grosso e apenas 40% são de Cuiabá. A diretoria da unidade afirma que há falta de insumos, macas, entre outros fatores motivados pela superlotação. 

 

Para sana o problema, a diretora do Pronto Socorro, Zamara Brandão, disse que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará neste sábado e domingo (11 e 12) um mutirão de cirurgias ortopédicas.

 

“Esta superlotação tem sido crônica, mas foi agravada porque a Secretaria Municipal de Saúde vem enfrentando dificuldades em receber os repasses do Governo do Estado. E como este problema tem sido comum a outros municípios, onde muitos hospitais estão fechando as portas e paralisando os atendimentos, os pacientes do Estado procuram a referência em Saúde que é aqui em Cuiabá e nós estamos atendendo esses pacientes com muita dedicação”, frisou.

 

Outro fator que agrava a superlotação, segundo a diretora, está no fato de o PS ser um hospital de portas abertas.

 

Ela explica que mesmo a unidade sendo referência em trauma, recebe pacientes de alta complexidade em cirurgias vasculares, oncológicas, hematológicas, ortopédicas que necessitam de próteses, urológicas, cateterismo, colonoscopia, entre outras que não são especialidades da unidade.

 

“A orientação é que devemos atender a todos, não importando de onde venham. Cabe ressaltar que mesmo com as condições de trabalho apertadas, os profissionais do PS, trabalham diuturnamente com uma dedicação exemplar para garantir a humanização nos atendimentos”, completou.

 

Zamara reforça ainda que enquanto aguardam parceria com outros hospitais para realizarem as transferências, outro mutirão será realizado nos dias 25 e 26 (sábado e domingo). 

 

Com relação à falta de insumos, a diretora revelou que a SMS já está providenciando uma compra emergencial que deverá suprir as demandas enquanto aguardam-se as devidas licitações.

 
 

Fonte: MIDIA NEWS

FACEBOOK