Paranatinga, 21 de Novembro de 2018

Cidades

Produtora cultural morre em Cuiabá vítima de chikungunya; número de casos aumentou 260% em um ano

PERIGO | 19/10/2018 13:48:34


 

 

Uma mulher de 35 anos morreu nessa quarta-feira (17) em Cuiabá vítima de chikungunya.

 

A produtora cultural Naiane Vidal ficou internada por 23 dias em um hospital da capital, mas não resistiu à doença, que é transmitida pelo mosquito aedes aegypit, mesmo transmissor da dengue e da zika.

Segundo os médicos, a chikungunya pode se manifestar em vários níveis de gravidade.

 

Segundo o Ministério da Saúde, Mato Grosso está em primeiro lugar no país em registros de chikungunya.

 

Do ano passado até agora, o número de casos da doença aumentou quase 260%. 

 

Durante todo o ano de 2017, foram 3.942 casos, contra 14.083 este ano, entre janeiro e setembro. 

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) vai promover cursos de capacitação para médicos e enfermeiros e distribuir kits de testes rápidos para identificação da dengue e da chikungunya.

 

 

Fonte: G1

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE