Paranatinga, 19 de Janeiro de 2019

Cidades

dengue hemorrágica

Índia grávida morre com suspeita de dengue hemorrágica em Mato Grosso

Publicado 09/05/2018 22:36:36


Uma índia da etnia Bororo morreu nesta terça-feira (8), na Santa Casa de Rondonópolis (a 216 quilômetros de Cuiabá), com suspeita de dengue hemorrágica. Hortência Kiga era casada, tinha dois filhos e estava esperando o terceiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Hortência estava no sexto mês de gestação. Ela deu entrada na segunda-feira (7). O quadro de saúde não foi informado. Hortência passou por vários exames e no fim da tarde acabou transferida para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).
 
Conforme o hospital, por volta das 18 horas, ela não resistiu e morreu. A informação sobre a suspeita da morte foi confirmada, porém um laudo definitivo ainda deve ser emitido, após uma série exames que devem ser feitos. 
 
A morte da indígena causou comoção nas redes sociais. “Minha querida prima partiu deste mundo e conosco deixou um mar de saudades e tristeza. Hoje vesti o luto e choro lágrimas de dor. Para sempre será recordada com muito carinho e amor”, disse um familiar.
 
Segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, três pessoas morreram em decorrência da dengue, ano passado, em Mato Grosso. Já neste ano, somente no primeiro trimestre, duas mortes foram confirmadas.

 

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Qual obra é mais importante para Paranatinga em 2019.

SAÚDE

PRAÇA CENTRAL

ASFALTO

ILUMINAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE