Paranatinga, 21 de Agosto de 2019

Cidades

ATINGIDO POR PREGO

Homem se apresenta à polícia após morte de bebê

Publicado 01/08/2019 16:41:05


DO METRÓPOLES 

O funcionário de uma obra nos arredores do local onde um bebê de 10 meses foi atingido por um prego se apresentou voluntariamente à 35ª Delegacia de Polícia, na noite dessa quarta-feira (31/07/2019), no município de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

 

De acordo com a corporação, ele prestou depoimento e entregou uma pistola usada para fixação de gesso, de onde pode ter partido o prego que perfurou o crânio da criança, que morreu na tarde de ontem.

 

Segundo a investigação, o homem estava tentando manusear a pistola, que é antiga, durante a reforma de um imóvel. O delegado responsável pelo caso, Luis Maurício Armond, comentou que, segundo o relato do homem, o equipamento estaria travado, sem lubrificação, e ele tentou disparar para o chão.

 

O delegado acredita que a morte do bebê ocorreu por uma fatalidade e que o funcionário pode ser indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar), mas uma perícia deve ser realizada no local nesta quinta-feira (01/07/2019), bem como novos depoimentos, para analisar todas as circunstâncias e tipificar o crime.

PUBLICIDADE

 

 

Entenda o caso

 

Sentado no colo da mãe e dentro de um carro, um bebê de 10 meses foi atingido por um prego, que ficou alojado em seu crânio. O caso ocorreu na noite de terça-feira (30/07/2019) no bairro Paciência, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na tarde de ontem, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde.

 

A mãe relatou aos médicos que o veículo estava parado na Rua José Montenegro de Lima quando escutou um “estouro” em um dos vidros traseiros. Foi então que percebeu que o filho estava sangrando e o levou imediatamente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

 

A criança foi transferida depois para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz. Um exame de imagem constatou o objeto alojado na cabeça da vítima. Lá, ele chegou a ser operado e estava estável na UTI, mas não resistiu aos ferimentos.

 

 

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você aprova ou não? Vereadores de MT tentam mudar nome de Portão do Inferno para Portal Paraíso

SIM

NÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE