Paranatinga, 22 de Outubro de 2018

Cidades

Homem dado como morto pela PM aparece vivo em audiência

NO FÓRUM | 09/08/2018 21:10:20


 

 

O homem dado como morto em um confronto com a Polícia Militar Juara (a 694 km de Cuiabá), José Bonifácio Nascimento de Barros, de 34 anos, compareceu a uma audiência de justificação na tarde desta quinta-feira (09) no Fórum de Cuiabá.

 

A PM havia divulgado que José Bonifácio era um dos dois suspeitos mortos durante um confronto com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na tarde dessa quarta-feira (8), após uma tentativa de furto a uma agência do Banco do Brasil em Brasnorte (a 579 km de Cuiabá), no fim de semana.

 

Reprodução

 

José Bonifácio posa com carteira de habilitação durante audiência

No entanto, José Bonifácio, que é reeducando e cumpre pena em regime aberto por tentativa de homicídio, foi até o Fórum da Capital para participar de uma audiência na Vara de Execuções Penais.

 

Como foi beneficiado com a progressão de pena, ele deve comparecer periodicamente em Juízo. 

 

José Bonifácio esclareceu ao juiz Geraldo Fidelis que não participou da ação e que segue desempenhando suas atividades em Cuiabá.

 

“A presença do recuperando nesta audiência colide com as informações trazidas pelas mídias. Assim, é necessário esclarecer o episódio, até para saber a identidade da pessoa que foi levada a óbito”, afirmou o magistrado, segundo consta na ata da audiência.

 

Identidade verdadeira

 

A Polícia Militar emitiu nota no final da tarde desta quinta-feira esclarecendo a verdadeira identidade dos mortos em confronto na área de mata no Distrito de Catai, a cerca de 30 km de Juara. Tratam-se de Kelton Richer da Silva Freitas, de 28 anos, e Cleyton Lins, de 29 anos.

 

Segundo a assessoria de imprensa do órgão, os nomes divulgadores anteriormente surgiram a partir de documentos encontrados com os suspeitos.

 

Confronto e morte

 

A Polícia Militar recebeu informações de que, na segunda-feira (9), cinco integrantes da quadrilha estavam dentro de uma agência bancaria em Brasnorte.

 

A quadrilha realizou o arrombamento de cofres e toda equipe da Polícia Militar e Polícia Civil de Brasnorte foi acionada para cercar o quarteirão da agência e, assim, evitar a fuga dos envolvidos.

 

Até o momento, a PM já identificou oito suspeitos de envolvimento no caso. Parte da quadrilha foi presa na segunda-feira (6), em ação integrada das polícias Civil e Militar.

 

 

Fonte: Midia News

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE