Paranatinga, 22 de Março de 2019

Cidades

Veja vídeo

Homem confessa que matou PM após reação e diz que queria dinheiro para tratamento do filho; Veja vídeo

Publicado 09/03/2019 13:20:51


Kevilson Richer Silva de Oliveira, 23, conhecido como ‘Nene’, preso pela Polícia Militar na última sexta-feira (8), confessou ter matado o policial Marino Soares, 62, após tentar roubar seu carro, uma EcoSport. Ele afirmou que a vítima reagiu e tentou pegar sua arma e, ainda, que precisava do dinheiro para pagar o tratamento do filho e do pai, que é cadeirante.

Kelvison foi encontrado no recanto da Siriema, e confessou que foi ele quem efetuou os disparos. Ele afirmou, ainda, que havia outro envolvido, identificado como Uildes Junior de Oliveira Passo, vulgo "neguinho", e que foi ele quem ficou com as armas de fogo, uma pistola Taurus calibre 380 com carregador e munições, de propriedade do policial, e outra a arma utilizada no crime, um revólver cal .38.

Em um vídeo gravado pela Polícia, Kelvison conta que aborou o policial em uma lombada. Ele abaixou o vidro e, na hora em que desceu do carro, “entrou em luta corporal contra mim, veio correndo atrás de mim tentando pegar a arma e eu disparei o stif contra ele”, disse.

O homem afirmou que não viu a arma do policial em nenhum momento, e que não o conhecia. Depois do latrocínio, Kelvison entrou no carro roubado e encontrou a arma do PM embaixo do banco do motorista. Ele afirmou que entregou as duas armas (a que estava com ele e a do PM) para o comparsa, em um bairro logo a frente.

Quando perguntado sobre o motivo do assalto, ele afirmou que precisava de dinheiro “como todo mundo”. “Eu estava procurando qualquer coisa, estava precisando de dinheiro pra pagar tratamento do filho e do pai que é cadeirante”, disse.

Assista ao vídeo:

 

Fonte: olhardireto

Publicidade Áudio

Enquete

Até o momento qual a sua avaliação sobre a gestão de Mauro Mendes?

ÓTIMA

BOA

RUIM

PÉSSIMA

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE