Paranatinga, 19 de Agosto de 2018

Cidades

Deputado flagrado em delação é hostilizado em voo para Brasília

Deputado flagrado | 06/06/2018 23:07:07


O deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) foi alvo de um protesto, na manhã desta terça-feira (6), quando seguia viagem de Cuiabá para Brasília.

 

Conforme apurou a reportagem, o parlamentar estava no voo 6186, da companhia Avianca, que partiu da Capital mato-grossense às 8h10, quando jogaram uma porção de água em sua cabeça.

 

Populares que estavam no voo, relataram que pouco depois de a tripulação realizar as instruções de voo, um homem se levantou e perguntou aos demais passageiros, em voz alta, se eles gostavam de "político vagabundo".

 

 

Vocês gostam de político vagabundo? Pois é, aqui no fundo temos o Ezequiel que foi filmado pegando dinheiro de propina no gabinete do Silval Barbosa

Ainda segundo relatos, o deputado ainda teria levantando a mão e acenado aos demais passageiros.

 

Na sequência, o rapaz indagando disse: “Pois é, aqui no fundo temos o Ezequiel que foi filmado pegando dinheiro de propina no gabinete do Silval Barbosa”, disse ele, referindo-se ao vídeo que integra a delação do ex-governador do Estado.

 

Neste momento, os passageiros se entreolharam um pouco assustados, fizeram alguns burburinhos e, em seguida, aplaudiram o rapaz.

 

Não satisfeito, um pouco antes de o comandante anunciar a autorização do pouso, o cidadão levantou-se novamente, foi até o banheiro e voltou com um copo de água, mostrou para todos os passageiros e jogou água no rosto do deputado.

 

Ele ainda apontou para Ezequiel e disse: “por causa de pessoas como você que o país está desse jeito”.

 

O vídeo em que Ezequiel aparece recebendo dinheiro, supostamente a título de propina, está contido nas delações do ex-governador Silval Barbosa e seu ex-assessor Silvio Araújo. O esquema também foi delatado pelo ex-secretário da Casa Civil, Pedro Nadaf.

 

De acordo com o ex-governador, desde a gestão Blairo Maggi (PP), a maioria dos deputados estaduais recebia propina mensal em troca de apoio aos projetos do Governo.

 

De R$ 30 mil na gestão Blairo, a propina teria subido para R$ 50 mil por mês no Governo de Silval.

 

Ezequiel é alvo da Operação Malebolge (relativa à delação de Silval), que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Outro Lado

 

A reportagem entrou em contato com o deputado Ezequiel Fonseca que, de forma irônica, negou que o episódio tenha ocorrido.

 

Em nota, a Avianca confirmou a ocorrência de um "ato desrespeitoso" durante o voo 6168 e disse que sua tripulação interveio para "manter a ordem a bordo".

 

Confira a íntegra:

 

A Avianca Brasil esclarece que hoje, durante o voo 6186 (Cuiabá – Brasília), os tripulantes presenciaram um ato desrespeitoso de um passageiro a outro e imediatamente interviram para manter a ordem a bordo e, acima de tudo, o bem-estar e a segurança de todos os clientes.

 

Após a ação dos comissários, que são frequentemente treinados pela companhia para atuarem também nessas circunstâncias, o passageiro que estava exaltado se acalmou e o término do voo, assim como o desembarque, ocorreram normalmente.

 

A Avianca Brasil ressalta ainda que repudia veementemente qualquer tipo de comportamento inadequado apresentado a bordo de suas aeronaves ou em qualquer ambiente.

 

Fonte: Olhar Direto

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE