Paranatinga, 13 de Dezembro de 2017

Cidades

Dentista morreu porque ouviu nome de bandido; mais 2 são presos em MT

As investigações apontam que outros dois homens estão envolvidos no crime

EXECUÇÃO BRUTAL | 29/09/2017 22:00:35


A polícia prendeu mais dois envolvidos no brutal assassinato do dentista Josilei Gaspar, ocorrido no último dia 23 de setembro, após o roubo de uma caminhonete na cidade de Juara (696 km de Cuiabá). Cleber Ferreira Nogueira, conhecido como “Porquinho”, foi localizado em Novo Horizonte do Norte.

O segundo preso na manhã desta sexta-feira é Renato Nascimento de Oliveira. Ele é acusado de prestar aos bandidos na locomoção do veículo, quando a caminhonete precisou ser abastecida. 

Já “Porquinho” é suspeito de estar garupa de uma motocicleta conduzida por Bruno dos Santos Bernadi, que foi preso no dia 25 em Cáceres, quando tentava atravessar a fronteira com a Bolívia na caminhonete do dentista. A polícia acredita que ele foi o autor dos dois disparos que mataram o dentista.

As investigações apontam que outros dois homens estão envolvidos no crime. Eles, inclusive, já foram identificados.

Elias Thiego Barbosa, o “Bob”, e Romário de Souza Silva continuam foragidos.  “Bob” é ex-presidiário e mora em Juara com familiares. Sua função no crime foi de observar a rotina do dentista, passando informações inclusive para um contato em Cáceres. 

Já Romário, foi quem emprestou as armas de fogo utilizadas no crime.

SEM REAÇÃO

O delegado de Juara, Carlos Henrique, informou ao site Portal Arinos que os bandidos presos até o momento disseram que a vítima ficou calma em todo momento e que não reagiu. O assassinato só ocorreu porque ele teria ouvido o nome de um deles nas conversas dentro do carro. 

As imagens dos foragidos estão sendo compartilhadas via rede social. Informações sobre eles podem ser repassadas pelos números 197, da Polícia Civil, ou 190, da Polícia Militar. 

 

Fonte: Folha Max

FACEBOOK