Paranatinga, 17 de Novembro de 2018

Cidades

Chuva derruba árvores, invade residência e deixa viatura presa no meio de alagamento

CHUVAS | 31/10/2018 14:02:01


O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou o volume de 17,6 milímetros de chuva durante a tarde desta terça-feira (30), em Cuiabá. A maior parte desse total, 13,8 mm, caiu em apenas uma hora, o que ocasionou pontos de alagamentos em um curto período de tempo. A ventania também causou a queda de árvores e complicou o trânsito em algumas vias. O bairro mais atingido foi o Osmar Cabral, onde casas foram invadidas pela água e uma viatura de polícia ficou 'presa' em um cruzamento. 

Na tarde de ontem, o instituto havia alertado para risco de temporais e grandes acumulados de chuva, além de ventos que podiam chegam a 60 km/h em Mato Grosso. 

Na Avenida Beira Rio, o Corpo de Bombeiros registrou queda de duas árvores. Na Avenida Ulisses Pompeu de Campos, próximo a “curva da morte”, em Várzea Grande, uma árvore também caiu por conta da ventania.
 
Na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), conhecida como Estrada da Chapada, nas imediações do “Portão do Inferno”, uma árvore caiu e prejudicou o trânsito no local. Em todos os casos, equipes dos bombeiros foram enviadas para a remoção das árvores. 
 
Algumas ruas do bairro Osmar Cabral também sofreram com a forte chuva. Uma viatura da polícia chegou ficou emergida em um cruzamento do bairro e teve que ser retirada com ajuda de moradores.  Algumas residências foram invadidas pela água. Uma moradora da Rua Cinco, por exemplo, perdeu todos os móveis de sua casa, onde mora com duas crianças. 

A Prefeitura de Cuiabá disse que já existe um projeto para refazer o sistema de drenagem no bairro, que foi construído com manilhas menores do que as necessárias para suportar o fluxo de água há algum tempo. 

 

Fonte: Olhar direto

Publicidade Áudio

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE