Paranatinga, 26 de Setembro de 2017

Cidades

Casamento de deputada tem ovada, manifestação e confronto com a PM

O manifestantes ocuparam o calçadão do Largo da Ordem em frente a Igreja do Rosário

PROTESTO | 16/07/2017 12:13:25


Cerca de 200 pessoas protestaram, na noite desta sexta-feira (14), durante o casamento da deputada estadual Maria Victoria (PP), filha do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP) e da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP), com o advogado Daniel Silva Campos.

O manifestantes ocuparam o calçadão do Largo da Ordem em frente a Igreja do Rosário, onde está sendo realizada a cerimônia, xingaram e vaiaram familiares, convidados e a noiva em sua chegada ao local. Maria Victória só conseguiu entrar na igreja com ajuda do efetivo da Polícia Militar (PM), mobilizado para o evento após a notícia de que poderia ocorrer protesto.

Algumas pessoas que participavam do protesto entraram em confronto com a PM. Os policiais usaram cassetetes, balas de borracha e bombas de gás para conter os manifestantes, que jogaram pedras e xingaram os policiais.

Após a cerimônia religiosa, os manifestantes jogaram ovos nos convidados, inclusive na noiva e nos pais dela. Os participantes da festa precisaram ser escoltados pela PM até o Palácio Garibaldi, que fica do outro lado da praça.

Na festa, a mãe da noiva disse, em entrevista para um colunista local, que não se tratava de um evento político, mas um momento familiar aguardado por um pai e uma mãe desde o nascimento da filha. Principalmente por Maria Victoria ser filha única do casal.

Motivo da manifestação

De acordo com um dos organizadores da manifestação, convocada pela internet, Leonardo Weiss, o protesto é contra o “abuso de poder” dos políticos. “O que não falta é motivo para manifestar, agiram contra a lei e abusam do poder pessoal e network que têm. É complicado ver essa irregularidade em um patrimônio histórico”, disse.

Os manifestantes questionam a modificação da estrutura do Palácio Garibaldi, prédio histórico do centro de Curitiba, onde será realizada a recepção dos convidados. Uma estrutura metálica foi montada na entrada do prédio para dar suporte a uma cobertura retrátil, o que gerou, inclusive, uma multa à administração do edifício por parte da Coordenação de Patrimônio Cultural (CPC) da Secretaria da Cultura.

Em nota, a assessoria da deputada afirma que a cerimônia ocorreu dentro da normalidade. O texto, que é assinado por Maria Victoria, Cida Borghetti e Ricardo Barros, também diz que as manifestações são o “preço da democracia” e que foram motivadas por partidos de esquerda. Leia:

“Tudo transcorreu dentro da normalidade na cerimônia religiosa e na recepção aos convidados. Apenas o trajeto que os noivos fariam a pé, da Igreja do Rosário ao Palácio Garibaldi, foi alterado pela ação dos manifestantes.

Lamentamos as agressões físicas e verbais a alguns convidados, porém é o preço da democracia.

A pré-candidatura de Cida Borghetti ao Governo do Paraná foi a motivação dos protestos incentivados e financiados pelos partidos e sindicatos de esquerda.

Fonte: Uol

Veja Também

NEGÓCIO DESFEITO | 25/09/2017

Silval vende avião para deputado, que devolve após sofrer acidente em MT

Ex-governador cita que empreiteiro quitou parcelas de dívida de aeronave

DENUNCIOU | 23/09/2017

PM denuncia ao TJ Polícia Civil por 'cruzar os braços' após expediente; corpo putrefou aguardando liberação

O magistrado definiu-se como “perplexo subscritor, que jamais imaginou que tivesse de decidir tamanha obviedade”.

ROTAM | 23/09/2017

Irmã de Perri, juíza tem Corolla roubado e bandido é morto em troca de tiros com a Rotam

Quando se encaminhavam para o bairro, os militares foram informados pelos outros policiais que os suspeitos haviam fugido a pé

FATALIDADE | 23/09/2017

Motoqueiro morre após colidir contra poste

De acordo com informações iniciais da polícia, por volta das 14h a vítima seguia em uma Honda NX-4 Falcon

SEM PUDOR | 21/09/2017

Ex-aluno é preso por mostrar órgão genital na UFMT

Ex-aluno é preso por mostrar órgão genital na UFMT

FATALIDADE | 21/09/2017

Motorista de caminhão morre soterrado em acidente em MT

Cabine ficou submersa na água e carga transportada caiu por cima do condutor, em Arenápolis

DEU NA "FOLHA DE S.PAULO" | 21/09/2017

Nova gravação em áudio ameaça delações de ex-assessor e Silval

O ex-chefe de gabinete Silvio Corrêa, delator que gravou políticos de MT recebendo maços de dinheiro vivo, foi gravado em áudio

DECISÃO "ESDRÚXULA" | 21/09/2017

"Pior do que criminoso é magistrado parcial", diz governador

Pedro Taques criticou decisão que afastou secretário; ele diz que irá acionar CNJ contra Orlando Perri

Ver Mais
FACEBOOK