Paranatinga, 20 de Setembro de 2018

Cidades

Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível

Caminhão é incendiado | 24/05/2018 12:12:33


Na noite da última quarta-feira (23), terceiro dia da greve dos caminhoneiros, um caminhão foi incendiado em Lucas do Rio Verde (a 354 quilômetros de Cuiabá), como forma de protesto contra o aumento de combustíveis. Até a manhã desta quinta-feira (24), ao menos 25 pontos em rodovias federais foram bloqueados no Estado.

De acordo com as informações locais, o incêndio foi para chamar a atenção para a crise que assola o país. Já nesta manhã, taxistas e mototaxistas se uniram aos caminhoneiros e fizeram um buzinaço pela BR-163 e principais avenidas do município. 

A greve já trouxe consequências aos postos de combustíveis e começa a afetar também a coleta de lixo no interior do Estado, já que o tráfego de veículos de carga é restrito e existem municípios que despejam os dejetos em locais fora do perímetro urbano.

Há três dias as rodovias são bloqueadas e pelo menos três municípios já começam a sentir os efeitos  com a escassez  de combustíveis.

Na última segunda-feira (21), a Petrobras anunciou uma redução nos preços de gasolina e diesel já para esta quarta-feira (23). Os valores serão reduzidos nas refinarias em 2,08% para gasolina e 1,54% para o diesel. Mesmo após este anúncio, a mobilização dos caminhoneiros em rodovias, após constantes aumentos no preço dos combustíveis, ainda continua.

A mobilização foi proposta pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e iniciou na manhã desta segunda-feira (21). Em razão dos pesados impostos e do baixo valor dos fretes, a categoria afirma que enfrenta uma grave crise e articula ações em todo o país para evidenciar o descontentamento com a atual política econômica. A PRF mantêm o diálogo com os caminhoneiros.
 
Orientação
 
Por ordem da Direção Geral da PRF, a Superintendência Regional no Mato Grosso determinou que as equipes orientem que os manifestantes retirem os veículos que estão sob a rodovia a fim de evitar acidentes e garantir a fluidez no trânsito dos veículos de passeio, de emergência, ônibus e os com cargas perecíveis e vivas que tem livre circulação nos pontos de bloqueio.
 
Os caminhoneiros, de forma pacífica, tem acatado as orientações dos policiais rodoviários federais e os veículos então passam a ocupar às margens das BRs. No km 564 da BR-154, em Água Boa e no km 882 da BR-364, em Campo Novo do Parecis, já não há veículos sob a pista. A intervenção será feita nos demais pontos de manifestação.
 
Pontos de concentração de caminhoneiros nas rodovias do Mato Grosso
 
1.         BR-070, km 504, em Cuiabá
2.         BR-364, km 398, em Cuiabá
3.         BR-364, km 200, em Rondonópolis
4.         BR-163, km 119, em Rondonópolis
5.         Br-364. Km 613, em Diamantino
6.         BR-163, km 593, em Nova Mutum
7.         BR-070, km 276, em Primavera do Leste
8.         BR-070, km 282, em Primavera do Leste
9.         BR-070, km 376, em Campo Verde
10.       BR-070, km 383, em Campo Verde
11.       BR-163, km 691, em Lucas do Rio Verde
12.       BR-163, km 821, em Sinop
13.       BR-163, km 746, em Sorriso
14.       BR-163, km 1065, em Guarantã do Norte
15.       BR-174, km 288, em Pontes e Lacerda
16.       BR-364, km 1191, em Campos de Júlio
17.       BR-364, km 1120, em Sapezal
18.       BR-174, km 488, em Comodoro
19.       BR-070, km 005, em Barra do Garças
20.       BR-070, km 008, em Barra do Garças
21.       BR-158, km 564, em Água Boa
22.       BR-364, km 878, em Campo Novo do Parecis
23.       BR 158, km 130, em Confresa
24.       BR-070, km 735, em Cáceres
25.       BR-163, km 750, em Sorriso

 

Fonte: Olhar Direto

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE