Paranatinga, 18 de Setembro de 2018

Cidades

Após perder presidência do PSB, Valtenir volta ao MDB para apoiar Wellington

VALTENIR | 08/04/2018 15:29:25


o fim do prazo da janela partidária, o deputado federal Valtenir Pereira assinou ficha de filiação ao MDB e confirmou sua volta ao partido que havia deixado em junho do ano passado. A confirmação do retorno foi realizada em ato de filiação do partido na noite desta sexta (06), em Primavera do Leste.

Com participação de líderes emedebistas, como o presidente regional e deputado federal Carlos Bezerra e os deputados estaduais do partido (Janaina Riva, Romoaldo Júnior e Silvano Amaral), o evento foi organizado pelo prefeito do município Léo Bortolin e contou com a filiação do ex-deputado Luizinho Magalhães. Além do ato de filiação, o encontro regional serviu para reforçar apoio a pré-candidatura do senador Wellington Fagundes (PR) - que esteve no local - ao Governo do Estado.

A volta de Valtenir ocorre após o parlamentar beber do próprio veneno. Nesta semana, ele foi destituído da presidência regional da sigla pela executiva nacional, sendo substituído pelo deputado estadual Max Russi, que retornou a sigla socialista para a base de sustentação do governador Pedro Taques (PSDB). A decisão do presidente nacional do partido Carlos Siqueira foi motivada pelas informações de bastidores de que Valtenir mantinha articulações com o presidente Michel Temer.

Essa é a sétima vez, desde que entrou na vida pública, que Valtenir muda de partido. Em junho de 2017 ele voltou a presidir o diretório estadual do PSB, causando a debandada do grupo ligado ao ex-prefeito Mauro Mendes, que se filiaram ao DEM no fim de março. O parlamentar passou pelo PT, PSB, Pros, PMB, MDB e retornou ao PSB

A volta do deputado já havia sido adiantada pelo RDNews no início de fevereiro. No entanto, na época, a manobra de Valtenir foi frustrada. A intensão era permanecer comandando a sigla socialista em Mato Grosso por meio de aliados políticos e, ao mesmo tempo, desfrutar das benesses que o Palácio do Planalto oferece aos emedebistas fiéis a Temer.

 

Fonte: RDnews

Rádios

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE