Paranatinga, 19 de Outubro de 2019

Cidades

CONDENADO A 200 ANOS

Após 3 anos, “Sandro Louco” retorna para a PCE em Cuiabá

Publicado 31/05/2019 13:51:53


Após três anos, Sandro da Silva Rabelo, conhecido como "Sandro Louco", retornou nesta sexta-feira (31) para a Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, onde continuará cumprindo pena.

 

Sandro Louco é apontado como líder da organização criminosa Comando Vermelho e estava na Penitenciária Federal de Catanduvas (PR), considerada de segurança máxima.

 

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

 

Conforme a pasta, o detento já está na unidade prisional, no Raio 5 – ala de segurança máxima da PCE.

 

De acordo com a Sesp, o prazo de permanência dele na penitenciária de Catanduvas terminou e, por isso, foi determinado o retorno à Capital mato-grossense.

 

Histórico

 

Sandro Louco já soma 15 condenações que acumulam mais de 200 anos, em penas de latrocínios (roubo seguido de morte) e, inclusive, teria envolvimento com o traficante Fernandinho Beira-Mar, do Primeiro Comando da Capital (PCC).

 

Ele foi preso pela primeira vez no ano 2000, após assaltar um banco em Várzea Grande, mas conseguiu fugir no mesmo ano.

 

Posteriormente, ele saiu da cadeia pela porta da frente e ainda levou as armas dos policiais que faziam a guarda do local.

 

Ao ser recapturado e encaminhado para o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), escapou novamente.

 

A nova prisão aconteceu apenas em fevereiro de 2002, quando foi levado para a PCE.

 

Em 2003, Sandro foi transferido para o Presídio Major Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), e novamente conseguiu fugir.

 

A última prisão ocorreu no ano de 2005.

 

Ele ficou cerca de 6 meses em uma unidade prisional de São Paulo.

 

Ao voltar para Mato Grosso, foi levado para Água Boa (a 730 km ao leste da Capital), onde liderou a rebelião em que cometeu um assassinato.

 

Ele foi transferido para a unidade de segurança máxima em Catanduvas (PR) no início do ano de 2007 e depois para presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Em 2012, retornou a PCE permanecendo no Raio 5 e por fim, enviado novamento para Catanduvas.

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você é a favor ou contra privatização da MT 130 entre Primavera do Leste a Paranatinga

A FAVOR

CONTRA

INDEFINIDO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE