Paranatinga, 13 de Dezembro de 2017

Bafafá News

Detentas reclamam que personal trainer teria privilégio em presídio

"MEGA HAIR" | 04/10/2017 06:36:32


A delegada Ana Cristina Feldner encaminhou, nesta terça-feira (3), um ofício ao secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Fausto José de Freitas, relatando um suposto privilégio que seria dado à personal trainer Helem Christy Carvalho Dias Lesco.

 

Segundo informações recebidas pela delegada, que comanda as investigações do Tribunal de Justiça a respeito do esquema dos grampos ilegais em Mato Grosso, familiares de outras mulheres detidas no Presídio Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. reclamaram do suposto tratamento diferenciado dado à personal.

 

Segundo o ofício, foi permitida a Helem, mulher do ex-chefe da Casa Militar, coronel PM Evandro Lesco - também detido - manter o seu “alogamento capilar”, conhecido como "mega hair".

 

Segundo apurou a reportagem, é expressamente proibido a qualquer detenta o uso deste tipo de tratamento de beleza. Isto porque os cabelos podem ser usados para a prática de violência contra colegas de cárcere, como enforcamento, ou, até mesmo, pela presa para atentar contra a própria vida.

 

A Polícia Civil relatou ainda, no ofício encaminhado à Sejudh, que o suposto privilégio dado à personal trainer gerou atritos e um princípio de motim.

 

A delegada solicitou ao secretário que apure a informação e que tome as providências, caso a denúncia seja verdadeira.

 

 

Fonte: Midia News

FACEBOOK