Paranatinga, 19 de Dezembro de 2018

Agronegócios

MEIO AMBIENTE

Mato Grosso possui três projetos finalistas em premiação do Crea sobre Meio Ambiente

Publicado 11/11/2018 23:29:28


Mato Grosso foi o único estado do Centro-oeste brasileiro a ter projetos finalistas no 17° Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente e no próximo dia 22 de novembro , em Gôiânia, um dos três indicados poderão ser premiados.

Conhecido como o Oscar brasileiro na área ambiental, este ano o tema teve o objetivo de alertar sobre a importância da preservação do solo – um dos recursos naturais mais complexos do planeta e indispensável para a vida humana – que vem sendo degradado em todo o mundo: “Solo. A terra que se planta, a vida que se colhe”.
 

A listagem de todos os projetos finalistas foi divulgada segunda-feira (05), pela Comissão Organizadora, e Mato Grosso concorre em três das cinco categorias: elementos naturais, inovação tecnológica e imprensa.  
 
O estado mato-grossense saiu na frente dos demais estados do centro-oeste com 13 inscrições. O que garantiu a classificarão de dois projetos nessas três modalidades. O projeto “Água para o Futuro” do Ministério Público  Estadual (MP/MT) concorre em duas categorias, Elementos Naturais: com conservação, manutenção e recuperação de nascentes urbanas. E, na categoria Inovação Tecnológica, com o aplicativo do mesmo projeto: realidade ampliada.
 
A imprensa mato-grossense também se destacou entre os estados do centro-oeste do Brasil. Na categoria Imprensa, é finalista a Revista Camalote Eco Turismo com a matéria jornalística: “Jalapão – as maravilhas do Tocantins”, de autoria da jornalista Lauristela Guimarães e fotos de Mike Bueno.
 
Os objetivos da premiação são de reconhecer expressivos projetos e programas executados por personalidades, entidades, instituições públicas e privadas, pessoas físicas e jurídicas, profissionais da imprensa e comunidade acadêmica, em prol da preservação, recuperação, defesa ou conservação do meio ambiente.
 
Na 17ª edição, o Prêmio ultrapassou pela primeira vez a divisa do Estado de Goiás para fortalecer o desenvolvimento sustentável, alcançando projetos implantados no Distrito Federal e nos estados do Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com o apoio institucional do Crea-DF, do Crea-TO, do Crea-MT e do Crea-MS.
 
Outra novidade foi que, além das quatro modalidades já existentes – Elementos Naturais, Sociedade Sustentável, Inovação Tecnológica e Imprensa –, neste ano, pesquisas científicas de instituições de ensino, que visam à produção de conhecimento acadêmico por investigações práticas dos processos relacionados à sustentabilidade ambiental, podem ser premiadas na categoria Produção Acadêmica.
 
Os vencedores de cada uma das cinco modalidades  serão conhecidos durante cerimônia de premiação, que será realizada no dia 22 de novembro, em Goiânia. O 17º Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente conta com o patrocínio do Confea, da Mútua-GO e do Sicoob Engecred. A lista dos 15 finalistas indicados nas cinco modalidades pode ser conferida na internet.

 

Fonte: Agroolhar

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE