Paranatinga, 16 de Dezembro de 2018

Agronegócios

AGRO GESTÃO

Mais da metade dos produtores rurais tem rentabilidade zero, alerta Aprosoja Brasil

Publicado 14/04/2018 12:19:20


Os maiores desafios para a produção agropecuária brasileira passam pelo aumento da rentabilidade do produtor rural. A constatação foi feita nesta segunda-feira (9/4), em Londrina (PR), pelo presidente da presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Marcos da Rosa. Ele participou de um dos painéis do Fórum do Agronegócio 2018, que teve como tema “O protagonismo do agro brasileiro no mundo”.

 

Ao participar de um painel que debateu “Inovação no Agro e na Agroindústria: as demandas mundiais e os desafios na produção sustentável de alimentos”, o dirigente disse que o aumento da rentabilidade para o produtor rural depende da colocação em prática de um plano de desenvolvimento para a nação brasileira.

 

“Sempre que eu falo em desafios, eu digo que a FAO (Fundação das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) não precisa se preocupar com a segurança alimentar em 2050. Cerca de 56% da soja consumida pelo povo chinês é brasileira. O grande desafio passa por melhorar a rentabilidade do produtor. Hoje, para 55% do produtor, a rentabilidade é zero”, alertou ao explicar que a produtividade média dos produtores é suficiente apenas para pagar os custos de produção.

 

“Precisamos ter crescimento sem prejudicar a população brasileira, que enfrenta alta carga tributária e sérios problemas com infraestrutura. Nossa infraestrutura é equivalente a colocar 25 pessoas dentro de um fusca”, acrescentou. Marcos da Rosa lembrou ainda que o país tem condições de enfrentar o comércio internacional, mas lamentou que o produtor seja massacrado por campanhas que denigrem a imagem do agro brasileiro. “Nós produzimos grãos em apenas 7,5% do território nacional. Somos uma ameaça para os Estados Unidos e a salvação para a China. Plantamos soja em apenas 3,5% do país. Nós não usamos o Brasil”, afirmou.

 

 

Promovido pela Sociedade Rural do Paraná, o evento tem por objetivo consolidar as bases para o fortalecimento da marca Agro Brasil pelo mundo, estimulando a presença da cadeia produtiva de forma integrada, além e troca de experiências e intercâmbio entre as diversas cadeias produtivas.

 

Fizeram parte do painel o presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Marcelo Vieira, o presidente da Abramilho, Alysson Paolinelli, o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, o presidente da John Deere, Paulo Herrmann, o presidente da Associação Brasileira de Logística e Transporte de Cargas (ABTC), Pedro Lopes, e a presidente do Instituto Brasileiro de Incentivo Social Ambiental (Ibisa), Mônica Bergamaschi.

 

Destinado a produtores, o evento também teve a presença do representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, da senadora Ana Amélia (PP-RS), do coordenador do Centro de Estudos de Agronegócio da FGV, Roberto Rodrigues, do diretor executivo da Abag, Luiz Cornacchioni, entre outros nomes ligados ao tema.

 

 

Fonte: Portal do Agronegócio

Publicidade Áudio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE