Paranatinga, 24 de Julho de 2019

Agronegócios

AVICULTURA NO FOCO

Frango deve seguir em alta

Publicado 25/03/2019 15:08:54


Do ISTO É DINHEIRO 

Ao contrário do caso da soja, a possibilidade de o frango entrar na mesa de negociações de Pequim e Washington não tem causado apreensão no setor avicultor brasileiro.

 

Hoje, o frango americano é proibido na China e há indícios de que a liberação do produto possa ser usada como moeda de troca por Pequim.

 

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra, afirma que os EUA não têm muito excedente e é um grande consumidor da carne, o que dificultaria a China substituir de modo significativo o produto brasileiro pelo americano.

 

Ele destaca que a demanda chinesa vem crescendo e, portanto, o acordo entre os dois países não é visto como uma ameaça.

 

O mercado de frangos chinês foi aberto ao Brasil há apenas uma década e, no primeiro bimestre deste ano, passou a ser o maior para o País.

 

A China ficou com 12,5% das exportações brasileiras de frango nesses dois primeiros meses de 2019, enquanto a Arábia Saudita, antes a maior importadora, adquiriu 11,6%.

 

 

Publicidade Áudio

Enquete

Após iluminação pública, qual investimento será mais importante a Paranatinga

ASFALTO

PRAÇAS PÚBLICAS

SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

SAÚDE PÚBLICA

EDUCAÇÃO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE