Paranatinga, 23 de Abril de 2018

Agronegócios

Amendoim é alternativa para produtor da cana-de-açúcar

ALTERNATIVA | 14/04/2018 12:26:33


Cultura ainda não muito utilizada em Goiás, o amendoim vem ganhando espaço aos poucos entre a preferência de produtores. Segundo o biólogo e técnico agrícola da Embrapa Algodão, Ramon Araújo Vasconcelos, o amendoim se apresenta como uma boa alternativa junto à cana-de-açúcar.

 

“O amendoim vem como uma sugestão, uma oportunidade para uma renovação no canavial, com a incrementação de nutrientes, principalmente nitrogênio”, argumenta. Ele acrescenta que a Embrapa está desenvolvendo materiais adaptados ao Cerrado, por meio de melhoramento genético, com alto teor de óleo e bastante matéria seca.

 

Durante palestra sobre a cultura do amendoim, na TECNOSHOW COMIGO, o biólogo destacou as vantagens para o produtor rural, especialmente quanto à produtividade. “O amendoim é bastante rentável. Ele tem diferentes e variadas utilizações que vão desde a alimentação in natura ao óleo, panificação, entre outros produtos. E esses materiais BRS que a gente traz, que vão em breve estar à disposição do produtor, vão gerar uma produtividade superior a 4.000 kg/ha ou até mais”, destaca.

 

O técnico agrícola da Embrapa explica que no caso do canavial, que precisa ser renovado após quatro ou cinco cortes, é possível fazer um ciclo com o amendoim, em que ele vai agregar à produção e, principalmente, fazer uma reciclagem por meio de suas raízes, que são bastante profundas e com sistemas diferenciados da cana. “Então, ele vai deixar o solo mais equilibrado, introduzir nitrogênio e suprimir, também, alguns nematoides.”

 

 

Vasconcelos acrescenta, ainda, que o amendoim é uma cultura que pode ser cultivada em safras normais para entrar no sistema de integração lavoura-pecuária. “Nesse sistema, a gente vai ter o amendoim na safra completa, com ciclos entre 120 e 130 dias. Posteriormente, pode ser colocado o milho, a braquiária e outros produtos. Isso gera, como é sabido, essa integração e faz essa reciclagem com seus diversos tipos de raízes, de cobertura de solo, favorecendo a porosidade, uma não-compactação”, salienta. De acordo com o biólogo, existem vários produtores interessados em trabalhar com a cultura.

 

Fonte: Portal do Agronegócio

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE